Como montar um currículo que se destaca dos concorrentes

Atualizado: Abr 16



A redução do uso do papel nos processos seletivos já é uma realidade. Algumas áreas de atuação ganham destaque em plataformas sociais especializadas em ofertar vagas, como o Linkedin. Empresas HR Techs (startups de RH) têm surgido com propostas inovadoras, utilizando a tecnologia para processos seletivos mais eficientes e interativos, que consideram dados comportamentais, além das experiências.


Essas são apenas as primeiras mudanças que os processos seletivos vêm passando para atender todas as transformações no mercado de trabalho. Nesse sentido, saber como montar um currículo adequado para os novos perfis de vagas e recrutadores é o primeiro passo para se destacar frente aos concorrentes. Veja dicas de como estruturar o seu:


1 - Tamanho não é documento


É possível que você já tenha passado por uma quantidade significativa de empresas, participado de diversos eventos e tenha uma lista considerável de cursos, certificações e treinamentos. Contudo, a objetividade é indispensável para se destacar em meio ao grande volume de currículos.


Este é o primeiro fator analisado pelo recrutador. Documentos muito extensos podem, inclusive, estimular o descarte. Uma ou, no máximo, duas páginas são suficientes. O seu poder de síntese, a escolha das informações adequadas e a hierarquização delas serão levados em consideração.

2 - Não indicar a sua proposta de valor pode demonstrar que você não sabe como montar um currículo


Após a parte descritiva das informações pessoais (nome e dados para contato), nada de pular diretamente para as experiências e resultados. É preciso indicar claramente a sua proposta de valor, com uma introdução que contemple suas habilidades, atitudes e diferenciais, de forma resumida, para demonstrar que você sabe como montar um currículo.


Esta etapa corresponde às cartas de apresentação, que costumavam ser entregues junto aos documentos nas empresas. Agora, ela vem mais sucinta, e deve apontar os seus valores, objetivos, características em destaque, o que preza em um ambiente de trabalho, como se relaciona e até mesmo direcionamentos sobre o que os seus pares e superiores costumavam dizer sobre você.


Além disso, é importante trazer a sua proposta de valor pessoal propriamente dita no discurso. Ou seja: o que você tem a agregar à empresa além das entregas que competem ao cargo almejado. Qual o grande benefício em te contratar? Por que você deveria ser o profissional escolhido, caso os seus concorrentes tenham conhecimento, experiência e entregas equivalentes?


Valor, neste caso, corresponde ao mesmo conceito que usamos para diferenciar “preço x valor” nos negócios. Por exemplo, indicar a sua facilidade com números, maestria em criar planilhas e o seu perfil analítico para avaliá-las compreende habilidades necessárias para uma função. Logo, é como se fosse a definição de “preço”. O que é oferecido em troca do seu salário.


Porém, os seus concorrentes também fazem isso. O seu valor, que te diferencia deles, poderia ser a capacidade em reduzir custos da empresa por meio da automatização de relatórios gerenciais de controle diário. Incluir isso no discurso, certamente, te daria destaque diante dos demais.


O valor de uma pessoa para outra é diferente, pois cada um tem propósito e finalidades distintas. Cabe identificar qual o seu e usá-lo a seu favor no seu discurso.

3 - Saber definir quais experiências, conhecimento e entregas mais relevantes para a vaga pleiteada te destacará na triagem


Se você pretende avançar para a etapa de entrevistas, precisará ser bastante inteligente ao definir e descrever suas experiências, o conhecimento adquirido e suas realizações nos postos ocupados.


Aqui, é importante ressaltar que você não precisa indicar todos os lugares que passou de forma detalhada. As experiências mais antigas ou menos relevantes para o cargo desejado podem compor um resumo das atividades com ênfase nos resultados gerados.


Já as que você entregou performance favorável que agregue à oportunidade em discussão, devem trazer mais detalhes, destacando o que conseguiu gerar de positivo para a empresa enquanto nela. Nesse ponto, vale ressaltar que você deverá adequar o discurso às práticas e tendências do século XXI, demonstrando estar antenado às demandas de mercado e suas evoluções.


No que diz respeito à formação, cursos e treinamentos, priorize o que for relevante e mais atual. Falar sobre curso de datilografia, por exemplo, nada agrega às rotinas atuais.


Agora que você já conhece as principais dicas sobre como montar um currículo, é preciso levar em consideração também as palavras que utilizará para descrever suas habilidades e experiências. A forma como as informações estarão descritas pode levar a um grande diferencial frente aos seus concorrentes.


Atente-se também ao uso adequado da língua, prezando pela pontuação e grafia correta das palavras. Se preciso, peça a algum amigo ou solicite a revisão de um profissional. Lembre-se que o documento será a primeira impressão que você passará ao recrutador. Por isso, reler o material antes de enviá-lo é importante!


Gostou das dicas? Aproveite para enviar as suas dúvidas. Temos uma equipe experiente disposta a ajudá-lo!



#SeniorUp #TalentosExprientes #ComoMontarUmCurrículo

61 visualizações
Contato

Hub Salvador, Av. da França, 393
Comércio, Salvador – Bahia
CEP 40010-000

Tel - +55 71 9 8301-5596

E-mail - ola@seniorup.com.br

VAMOS BATER UM PAPO?
Objetivo 4. Educação de Qualidade
Objetivo 8. Trabalho Decente e Crescimento Econômico
Objetivo 10. Redução da Desigualdades
  • LinkedIn
  • Facebook
  • Instagram

Orgulhosamente criado pelo  Estúdio 071