Recrutamento e seleção on-line e o futuro do RH

Atualizado: 7 de Set de 2020



Todos estamos vivenciando tempos incertos e confusos. Não seria diferente com a área de Recursos Humanos, bem como com os processos que envolvem recrutamento e seleção de pessoas. Você não acha?

Para as lideranças, sobretudo, este é um momento de reflexão sobre o futuro do trabalho pós-crise. Por exemplo: "Será que devemos permanecer com o home office?" e "O que os nossos times de RH precisam adaptar e modernizar no que diz respeito a recrutamento e seleção?".

Uma coisa é certa: a necessidade de adoção rápida de um mindset digital frente a um mercado que muda constantemente (e que não possibilita tempo hábil de planejamento) virou regra. De modo semelhante, os desligamentos em massa se tornaram o novo grande desafio de muitas das equipes de RH.


Aqui na SeniorUp, já usávamos a tecnologia para simplificar o nossos trabalho: realizávamos os processos seletivos de modo totalmente remoto. O melhor é que nossa metodologia, responsável por altas taxas de assertividade e grande economia de tempo, está completamente aderente às necessidades impostas pelas novas circunstâncias!


Pensando em compartilhar um pouco destes nossos conhecimentos, tão relevantes no contexto atual, listamos algumas dicas importantes. A ideia é que você, líder de negócio ou de time de RH, possa calibrar seus processos de recrutamento e seleção sem perder de vista o futuro do RH.

Comece simplificando o recrutamento e seleção


Um dos segredos de um processo seletivo eficaz é a objetividade. Aqui, menos é mais.

Avalie: de que forma é possível extrair de candidatos os dados que realmente importam para a seleção? Foque em analisar as competências técnicas e comportamentais sem que isto implique em atividades prolixas e cansativas.

Sempre é possível substituir testes que demandam um tempo maior para execução por outros mais eficazes. O seu objetivo, neste caso, é conseguir avaliar um volume maior de competências com menos ferramentas e mais rapidamente.

Essa estratégia gera uma boa experiência a participantes. Sem contar o tempo que você vai poupar do time responsável pela seleção!

Use a tecnologia a seu favor e otimize seu fluxo de recrutamento e seleção

Como eu disse antes, adotamos há um tempo a seleção à distância. Se você ainda não pensou nisto, minha dica é que não perca mais tempo: mais cedo ou mais tarde, vai precisar contratar desta maneira e, inclusive, fazer onboarding remoto.

E, para tornar possíveis os processos seletivos à distância sem perder agilidade e qualidade, usamos muito bem as soluções tecnológicas. Entre as principais, estão: gerenciador de tarefas, e-mail, apps de mensagens instantâneas, testes on-line e sistemas de videoconferência.

Mas não significa que você precisa escolher exatamente estes tipos. Pesquise e analise, com base nas necessidade e fase do seu negócio, quais ferramentas podem melhor te ajudar.

Saiba que volumes maiores de contratação vão exigir tecnologias mais robustas. Logo, o investimento financeiro será maior.

O importante mesmo é que já é possível encontrar instrumentos que facilitam todas as etapas do recrutamento e seleção on-line. Isto significa que você terá amparo do primeiro contato à entrevista final (por sinal, on-line).

Defina regras e critérios claros para execução dos testes de seu processo seletivo


Ao iniciar qualquer etapa, você deve garantir que prazos, regras e critérios de avaliação estão claros para todos (todos mesmo). Esta é uma forma de padronizar o processo e evitar falta de transparência e subjetividade na seleção.


Então, você não deve dar margens a dúvidas sobre questões como a maneira de salvar os arquivos enviados e data e horário limite para envio de respostas. As consequências para quem não seguir as orientações são também um ponto chave.


Entenda: quanto mais fácil e acessível a linguagem, mais chances de sucesso tem a seleção.


Entrevista em vídeo como etapa fundamental da seleção de pessoal à distância


A entrevista em vídeo é uma etapa muito importante do recrutamento e seleção on-line. Isto porque é através dela que conseguimos analisar em tempo real as pessoas que estão concorrendo à vaga por meio de leituras faciais e gestos.


Entretanto, esse momento pode ser tenso para alguns candidatos. Para evitar sentimentos assim, mesmo à distância, você tem que assegurar um clima leve e agradável, afinal, você não vai conseguir avaliar corretamente uma pessoa nervosa.


Você pode ajudar ainda mais quem vai enfrentar uma entrevista à distância a não ficar tão apreensivo. É só antecipar os objetivos do bate-papo e informar qual o líder que realizará.


</